Prólogo

Yu-Gi-Oh! Cards from the Sky

1ª Temporada

O Titã Desperto

Prólogo

Era um dia de sol, sem muitas nuvens no céu. Meu pai se preparava para saltar. Vi ele indo em direção ao avião com  a mochila do paraquedas nas costas. Ele parou na porta, com a mão direita apoiada na fuselagem do avião, e acenou com sinal de positivo.

Nossa cidade é pequena, mas tem muitos duelistas. Muitos duelistas bons, devo dizer. Ou sou eu que sou péssimo, não sei dizer ao certo. Só sei que até inventaram uma estatística, de cada dez duelos, eu ganho um. Não sei se é verdade, já perdi mais duelos do que posso contar. Mas não ligo. Duelo por diversão.

O avião começou a decolar. Pude ver meu pai olhando para baixo, na nossa direção. Depois, o perdi de vista. A pista de pouso era um campo de futebol abandonado, mas servia para o propósito dos saltos.

“Roger, é a sua vez!” gritou o instrutor. De outra forma, meu pai não poderia ouvi-lo, pois a porta do avião estava aberta e o vento soprava forte, quase arremessando os tripulantes, se não tivessem cuidado.

“Certo!” meu pai acenou com sinal de positivo, como de seu costume. Ele segurou a porta do avião com as duas mãos, olhando apenas para frente, com uma espécie de prancha presa a seus pés, a qual ele usava para fazer manobras em pleno ar.

Meu pai, a 17 mil pés, aparecia como um ponto preto mergulhando e fazendo acrobacias no ar. Quando chegasse a 15 mil pés, ele deveria abrir o paraquedas. Eu calculei mais ou menos pelo tempo do salto. Foi muito estranho.  O paraquedas não abriu.

Minha mãe apertou uma mão contra a outra. “Porque ele ainda não abriu isso?” ela começou a gritar, e me sacudir. Mas eu não sabia o que tinha acontecido. Talvez uma falha no sistema de abertura. Só sei que não vi mais meu pai depois disso.

Naquela tarde, a polícia registrou um boletim de ocorrência, sobre o estranho desaparecimento do meu pai. Não sabíamos de nada, ele praticamente havia evaporado em pleno salto. Chegaram a considerar a hipótese de morte acidental. Mas como poderia ter morrido, se não chegou ao chão? Só sei que não acredito nisso. E quero descobrir a verdade.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s